sábado, julho 17, 2010

Preconceito e comportamento internacional - PRESTEM ATENÇÃO ANTES DE CRITICAR A POSTURA BRASILEIRA

Vendo um comentário que fizeram de uma postagem minha, antiga, aqui no blog, achei pertinente colocar uma resposta aberta, em meu nome, assim como acho que todo mundo tem o seu direito a resposta e, portanto, deveria ficar à vontade para fazê-lo; APENAS ACHO QUE QUEM OPINA DEVERIA FAZÊ-LO IDENTIFICANDO-SE. Não para que haja qualquer represália, mas porque ACREDITO QUE O DIREITO A EXPRESSÃO É LIVRE PARA TODOS E, PORTANTO, TODOS DEVERIAM EXERCÊ-LO INDIVIDUAL E COLETIVAMENTE, MAS IDENTIFICANDO-SE.

Me perguntaram se chamar português de burro não é preconceito. 

Não me lembro de ter publicado em minhas palavras (início e fim da postagem) que acho portugueses burros. Não entendo o sentido da pergunta. POR OUTRO LADO, sou filho-neto de portugueses e, até onde sei, em PORTUGAL fazem-se piadas de "brasileiro burro", assim como se faz aqui de "português burro". O que eu disse é que sou A FAVOR DA RECIPROCIDADE, mesmo que ela seja em algo tão insignificante, como as brincadeiras entre as nações e seus gentis. Acho que toda brincadeira tem um fundo de verdade. Portanto, acho que O ANÔNIMO que perguntou se chamar português de burro não é preconceito deveria ver como sua imagem é vista internacionalmente.

Esta postagem é antiga, mas acho que o debate é sempre atual.

Sou a favor, por exemplo, da postura ISRAELENSE. Todo mundo achou horrível e descabido o excesso de força usado para abordar aquele navio de ajuda humanitária a uns meses atrás, mas por outro lado há que ser vista a força israelense em "bater o pé" e assegurar sua força e seu direito a lidar com suas questões internas da forma que achar melhor. Eu repudio o uso excessivo de força, mas admiro a coragem de ISRAEL em fazer valer sua opinião, mesmo que às custas da opinião internacional.

Todo mundo viu o James Cameron e a Sigourney Weaver se metendo na questão ambiental brasileira no que tange a construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte. Mas alguém fiu eles opinarem a respeito do vasamento de petróleo de quase 3 meses no Golfo do México?

Pensem mais antes de criticar a opinião do Brasil em relação aos outros e vejam como eles opinão sobre nós. NÃO SOU XENÓFOBO OU COISA PARECIDA, apenas ODEIO A VISÃO PERVERTIA QUE SE TEM DO BRASILEIRO. 

 Ao meu ver, somos um povo de grande capacidade, bonito, esforçado e surpreendente. Somos capazes de encontrar soluções simples, rápidas, baratas e eficientes (inteligentes, acima de tudo) e portanto merecemos TODO O RESPEITO QUE TODAS A NAÇÕES EXIGEM PARA SI PRÓPRIAS.

TENHA MAIS RESPEITO POR SI PRÓPRIO, CARO ANÔNIMO: VOCÊ É BRASILEIRO E É UMA DAS MELHORES COISAS DO MUNDO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário